A análise de redes sociais como ferramenta para o mapeamento de relações entre atores sociais de um projeto de extensão universitária

Mônica de Caldas Rosa dos Anjos, Walter Antonio Bazzo, Adilson dos Anjos, Giovani Roveroto, Juliana Dubinski Witkoski

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar o resultado de uma investigação, feita por meio da análise de redes sociais (ARS), a fim de compreender como as relações entre os sujeitos envolvidos direta e/ou indiretamente em um projeto de extensão universitária foram estabelecidas. O projeto de extensão, vinculado a uma universidade paranaense, utilizou a pedagogia freireana como forma de promover a construção coletiva do conhecimento, a partir da realização de rodas de conversa e oficinas de capacitação técnica. As atividades do projeto foram acompanhadas durante nove meses, e analisadas em duas etapas: a etapa inicial, referente à sua estruturação, e a etapa final, referente às relações estabelecidas entre os atores sociais - professores, estudantes e membros das comunidades. Por meio da ARS, foi possível identificar os atores principais, bem como as relações estabelecidas entre os mesmos. Percebeu-se ainda que o modelo de estruturação do projeto promoveu interações entre os atores, permitindo a disseminação da informação sobre Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional.


Palavras-chave


Comunicação em saúde; Informação; Redes comunitárias; Rede social; Relações comunidade-instituição; Análise de redes sociais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil