Educação, Saúde Pública e Teoria da Comunicação: o curso de pósgraduação em Comunicação e Saúde da ESP-MG

Cláudia Chaves Fonseca, Jean Alves de Souza

Resumo


A interface entre a comunicação e a saúde é construída coletivamente, envolvendo uma miríade de interlocutores em contextos sociais determinados, com o objetivo fial de tornar efetivos os direitos à comunicação e à saúde, previstos na Constituição Federal de 1988. Para promover este encontro, bem como capacitar profisionais de ambas as áreas, a Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESP-MG) oferece o curso de Pós-graduação em Comunicação e Saúde, no qual a disciplina Teorias da Comunicação tem destaque, uma vez que é primordial conhecer os fundamentos da comunicação humana e a dinâmica da Comunicação Social, com ênfase no campo teórico-prático conhecido como Comunicação e Saúde (CeS). Este artigo relata a experiência do curso a partir da disciplina Teorias da Comunicação, de modo a situá-la como conhecimento essencial não somente para os comunicadores, mas também para os profisionais de saúde.


Palavras-chave


Comunicação; Educação; Saúde pública; Teorias da comunicação; Pós-graduação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v14i2.1845

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil