Política de informação e acesso aberto em instituições públicas de ensino e pesquisa: a experiência de integração e gestão dos acervos digitais na UFMG

Izabel Antonina de Araujo, Maria Aparecida Moura

Resumo


O artigo aborda as importantes iniciativas de Portugal com a criação do portal RCAAP e do Brasil com o estabelecimento do Portal Brasileiro de Publicações Científicas em Acesso Aberto. Descreve o processo de implementação do repositório institucional da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Trata-se de uma iniciativa de gestão compartilhada de recurso por meio da articulação dos repositórios que já existiam na instituição integrando-os em torno de uma política institucional comum e com gestão colaborativa em rede. Descreve também o processo de elaboração da política de informação na universidade considerando as especificidades e a representatividade da produção técnica que pode proporcionar a melhoria dos indicadores de produção individual e da instituição, com reflexos na própria ciência e na sociedade. Conclui-se que estruturação de um sistema de gestão compartilhada da informação em um RI exige empenho e trabalho criterioso e que as definições institucionais devem ocorrer respaldadas em estudos das necessidades dos diferentes segmentos da comunidade acadêmica e pautar-se pelas ponderações dos gestores e da comunidade usuária. Essas medidas possibilitam a integração entre as diversas áreas e repercutem globalmente o esforço científico e social realizado no âmbito da UFMG.


Palavras-chave


Política de informação; Acesso aberto; Repositórios institucionais; Gestão compartilhada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v11i0.1402

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil