Legere et interpretari: letramentos midiáticos como metodologia de aprendizagem

Raquel Timponi Pereira Rodrigues, Fátima Cristina Regis Martins Oliveira

Resumo


Este artigo apresenta uma metodologia com base no uso de diversos letramentos midiáticos, aplicada em oficinas junto às disciplinas formais do Ensino Fundamental II. Com o objetivo de tornar o conteúdo escolar mais atrativo e contextualizado e, ao mesmo tempo, capacitar alunos e professores para o domínio da linguagem midiática, a metodologia se inspira na proposta da investigação-ação de Thiollent e aplica estratégias de afetividade e participação dos alunos na criação de produtos midiáticos (livroclipes, vídeos e jogos), cuja produção permite reinterpretar os conteúdos escolares, potencializando a sua assimilação. A oficina piloto desenvolvida em uma escola pública no estado do Rio de Janeiro comprova que a afetividade e os referenciais culturais prévios contribuem para um aprendizado mais prazeroso e contextualizado. Conclui-se que é cabível sua aplicação no currículo, de forma a promover melhor compreensão do conteúdo escolar e reflexão crítica sobre ele.


Palavras-chave


metodologia; letramentos múltiplos; oficina; aprendizagem; experiência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v11i4.1119

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil