Aprendizagem Baseada em Problemas: uma proposta para a formação de Técnicos em Laboratórios de Saúde Pública

Renato Matos Lopes, Luis Antonio de Pinho, Moacelio Veranio Silva Filho, Neila Guimarães Alves, Luiz Anastacio Alves

Resumo


No âmbito da formação profissionalizante, as características da aprendizagem baseada em problemas (ABP) propiciam uma maior aproximação dos alunos da prática profissional. Este artigo apresenta uma proposta curricular inovadora para a formação de técnicos em laboratórios de saúde pública, fundamentada na ABP. A lógica da estrutura curricular apoia-se em dois eixos estruturantes: 1) as principais tecnologias utilizadas nos laboratórios de saúde pública, tais como a microscopia, a volumetria, a espectrofotometria, a cromatografia e a eletroforese; e 2) as principais matrizes utilizadas nos laboratórios, tais como a água, os alimentos, a urina, as fezes e o sangue. Com esta proposta, busca-se fomentar discussões acerca da implantação de currículos e de estratégias de ensino que possam contribuir para melhorar o ensino profissionalizante no Brasil, assim como promover a formação de técnicos capazes de atuarem nos laboratórios que compõem o Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública (SISLAB).

Palavras-chave


Educação profissional em saúde; Educação profissionalizante; Currículo; Aprendizagem ativa; Aprendizagem baseada em problemas; Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública; Saúde pública

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v9i2.942

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil