Utilização da lógica fuzzy na determinação da intensidade do exercício aeróbico

Evaldo Tavares Santos Júnior, Tony Meireles Santos, Antônio de Abreu Mól

Resumo


Considerando que as diretrizes de prescrição do treinamento aeróbio são gerais, alguns autores propuseram modelos que aumentem a precisão da prescrição. A lógica nebulosa tem sido utilizada para solução de problemas na área da saúde e sua utilização poderia melhorar o processo decisório sobre a intensidade com que cada indivíduo deverá se exercitar. O objetivo deste estudo é propor um modelo para determinação da intensidade do exercício aeróbio através da lógica nebulosa. Os conjuntos nebulosos foram moldados através de cinco variáveis de entrada, tendo como única variável de saída a intensidade do exercício. A partir desses conjuntos, foi desenvolvida uma matriz composta por 40 regras posteriormente incluídas no software MATLAB. A inferência e a defuzzyficação foram trabalhadas segundo os métodos de Mamdani e centro de área, respectivamente. O modelo desenvolvido é um aperfeiçoamento dos existentes na literatura e mostrou se promissor como estratégia de apoio à tomada de decisão para prescrição do treinamento aeróbio.


Palavras-chave


Lógica fuzzy; Inteligência artificial; Técnicas de apoio para a decisão; Prescrição eletrônica; Informática em saúde; Exercício aeróbico; Prescrição/exercício

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v9i2.941

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil