Contextos, mediações e produção de sentidos: uma abordagem conceitual e metodológica em comunicação e saúde

Inesita Soares de Araújo

Resumo


O artigo discute as idéias de contexto, mediação e produção de sentidos, à luz da prática metodológica do Laboratório de Pesquisa em Comunicação e Saúde – Laces. A partir de seu referencial teórico e suas pesquisas, conferindo especial atenção aos métodos utilizados, aporta, esclarece e exemplifica os conceitos de lugar de fala, hibridismo, centro e periferia discursivos, concorrência discursiva, comunidade discursiva e lugar de interlocução. Partindo da premissa de que o processo de produção das realidades é intersticial, porque ocorre na articulação (tensa ou sinérgica) de duas ou mais realidades e que essa articulação é produto e produz processos de apropriação, defende que os métodos mais correntes hoje no campo da comunicação não conseguem apreender as múltiplas dimensões dos dinâmicos objetos de pesquisa, formados basicamente por fluxos e relações. Em contraposição, apresenta pesquisas que inovaram na condução metodológica, experimentando combinações de procedimentos ou utilizando referenciais e procedimentos que habitualmente não são usados como método de pesquisa.

Palavras-chave


comunicação e saúde; metodologia de pesquisa; contexto; mediações; lugar de interlocução

Texto completo:

PDF PDF EN (English)


DOI: https://doi.org/10.3395/reciis.v3i2.755

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil