Comunicação em saúde: um campo em construção no México e na América Latina. A contagem e avaliação dos produtos finais recentes

Adriana González Martínez, David D. Bañuelos Ramírez

Resumo


  O artigo analisa os estudos e trabalhos sobre comunicação e saúde têm sido realizados nos últimos cinco anos, no México e outros países latino-americanos. Na amostra final materiais estudados e perfilados incluem apenas materiais com responsabilidade acadêmica, abordagem séria e um sistema de arbitragem prévia, que são seguidos sua rota. O foco do trabalho e metodologia, incluindo uma avaliação quantitativa do fenómeno e uma análise qualitativa. Os resultados mostram que, embora o trabalho de promoção de produtos comerciais que tenham participado tecnologias e ferramentas de comunicação são amplamente distribuídas, produtos estabeleceu-end que têm sido desenvolvidos em formas acadêmicas e trans são escassos. Ressaltamos que esta investigação é uma abordagem para o mundo do trabalho produzido nesta área e, como tal, não é exaustiva. Como conclusão preliminar, poderíamos dizer que a interseção real de comunicação e saúde, para o nosso conhecimento e com base na metodologia utilizada, com base nos estudos encontrados e feita análise, é uma área ainda em construção. Há também uma linha teórica epistemológica identificável no cruzamento da comunicação e saúde através do trabalho encontrado.

 


Palavras-chave


Comunicação e saúde; Produção científica na América Latina

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v6i4.705

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil