Recursos humanos da saúde nos países africanos de língua oficial portuguesa: problemas idênticos, soluções transversais?

Inês Fronteira, Gilles Dussault

Resumo


O presente artigo apresenta a análise situacional dos recursos humanos da saúde (RHS) nos cinco países africanos de língua oficial portuguesa, focando os aspectos quantitativos da força de trabalho. As dimensões privilegiadas são a composição ocupacional, demográfica e a distribuição por nível de cuidados e por zona geográfica. Discutimos os temas da formação dos RHS, políticas relevantes e gastos relacionados. A metodologia consistiu em inventariar os documentos relevantes sobre o tema. Como instrumento de coleta de dados utilizou-se um formulário. Procedeu-se à síntese da informação disponível de acordo com uma estrutura única de modo a tornar possíveis as comparações. Cada um dos países reviu e comentou os dados. Os resultados apontaram que os sistemas de informação sobre RHS eram poucos e o número de profissionais de saúde por habitante eram baixos; a distribuição dos RHS era altamente assimétrica; a capacidade de produção de RHS era baixa e dependente da ajuda externa. A gestão de RHS era deficitária, centralizada e ditada pelas regras da administração pública, conferindo pouca flexibilidade. Conclui-se que os problemas são comuns e passíveis de serem abordados de forma conjunta através de quatro eixos estruturantes: desenvolvimento de sistemas de informação, troca de experiências que melhorem o desempenho dos RHS, desenvolvimento da capacidade de gestão e fortalecimento da capacidade de mobilização dos recursos financeiros.

Palavras-chave


recursos humanos em saúde; países africanos de língua oficial portuguesa (Palop); planejamento e administração em saúde; educação/capacitação de profissionais em saúde

Texto completo:

PDF PDF EN (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v4i1.701

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil