Competência em Informação: o conceito revelado em estudos da área da saúde

Beatriz Rodrigues Lopes Vincent, Martha Silvia Martinez Silveira, Maurício Roberto Motta Pinto da Luz, Luiz Antonio Bastos Camacho

Resumo


O conceito de “information literacy” (IL), competência em informação (CI), vem sendo modificado desde o seu surgimento em 1974. O objetivo deste artigo é analisar o uso desse conceito nos estudos da área da saúde. O método utilizado foi o de pesquisa bibliográfica na Medline/PubMed nos anos 1998-2010. Buscou-se o seu emprego e/ou seus aspectos nos textos e questionários dos estudos selecionados. Entre os resultados obtidos, foi possível observar que, em 26 estudos, quatro empregaram a expressão IL e 22 usaram outros termos. Os estudos mais alinhados com esse conceito contaram com bibliotecários como autores ou colaboradores. Embora a expressão IL tenha sido empregada somente em quatro trabalhos, nos outros 22 a intenção de se investigar a CI estava implícita. Como a base Medline é voltado para a área da saúde, acreditamos ser possível que os autores que optaram por não usar a expressão tivessem em vista o contexto da publicação, ou então desconhecessem o conceito teórico. Sua incorporação, entretanto, é realidade nas áreas das ciências da saúde.


Palavras-chave


Competência em informação; Formação do conceito, Ciências da saúde; Classificação; Questionários

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3395/reciis.v8i3.681

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil