Novas tecnologias, antigos problemas: a reprodução de velhas práticas de comunicação em mídias digitais

Daniela Muzi, Tatiana Clébicar

Resumo


Este artigo discute possibilidades e potencialidades das novas tecnologias na comunicação, considerando características dessas últimas, processos de midiatização e os modelos comunicacionais. O advento da internet favoreceu a interação, modificando a relação dos meios de comunicação com a sociedade; no entanto, seu uso segundo um modelo difusionista pode limitar suas potencialidades. A fim de ilustrar a análise teórica e discutir novos papéis assumidos pelo jornalismo e pela sociedade na produção de conteúdo e como isso pode impactar o campo da comunicação e saúde, menciona-se um caso envolvendo a cobertura jornalística de uma tumultuada marcação de consultas em unidade de referência do SUS.



Palavras-chave


Tecnologias de comunicação; Midiatização; Jornalismo; Comunicação e saúde; Sistema Único de Saúde

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v8i3.671

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil