O modelo brasileiro de regulação do audiovisual em perspectiva histórica

César Ricardo Siqueira Bolaño

Resumo


 O objetivo deste artigo – que resume e atualiza a análise feita em Qual a lógica das políticas de comunicação no Brasil? (BOLAÑO, 2007) – é discutir o modelo de regulação do setor audiovisual no país, analisando a evolução histórica da legislação sobre o tema, para detectar, na literatura especializada, as principais tendências através das quais os atores relevantes influenciam os processos legislativos. Em outros termos, pretende-se entender a política audiovisual brasileira, tal como aparece, plasmada na legislação, que retrata a estrutura hegemônica do setor numa determinada situação histórica, e tal como foi constituída pela dinâmica das lutas entre os atores relevantes.


Palavras-chave


comunicação; cultura; regulação; políticas; televisão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v4i4.651

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil