A política nacional de humanização e a mídia televisiva: um estudo sobre as possíveis divergências entre as propostas de humanização e o seriado “SOS Emergência” da Rede Globo

Adriana Maiarotti Justo, Adilson Cabral Filho

Resumo


O presente ensaio se propõe a contrapor as possíveis divergências entre as propostas de humanização direcionadas ao campo da saúde pública do país, provenientes da Política Nacional de Humanização – PNH, com a abordagem dessa temática nos seriados veiculados pela mídia televisiva, que abordam a temática da assistência em saúde. Para tal propósito, este estudo elencou o seriado “SOS Emergência” produzido pela Rede Globo, na medida em que este se propõe a espelhar o cotidiano de uma unidade hospitalar de saúde. A escolha por tal objeto de investigação se deve ao fato de diversos autores apontarem a relevância e influência exercida pela mídia televisiva enquanto formadora de conhecimento, consenso e opinião na sociedade. Partindo da problematização apresentada e com o objetivo de identificar possíveis divergências entre as propostas de humanização provenientes do texto da PNH e a veiculação de seriados, pela mídia televisiva, que abordam a temática do campo da saúde, esse trabalho encontra-se subdividido em três principais eixos:
- O primeiro eixo aborda uma perspectiva mais bibliográfica de discussão do campo da saúde e da
humanização, sua construção histórica e um breve relato sobre a PNH.
- O segundo eixo, ainda bibliográfico, destina-se à problematização da temática referente ao
campo das políticas públicas, mídia e as correlações com a construção social coletiva.
- E, por fim, o terceiro eixo busca reproduzir trechos do seriado “SOS Emergência”, veiculado pela
Rede Globo, com o objetivo de evidenciar os contrapontos com as propostas apresentadas pelo
texto da PNH.

Informações sobre o artigo

Recebido em: 03/02/2011          Aceito em: 21/03/2012




Palavras-chave


saúde coletiva; saúde pública; politicas sociais de saúde; politicas públicas de comunicação; serviço social em saúde

Texto completo:

PDF PDF EN (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v6i1.605

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil