Vida da Mulher no Climatério: Um mapeamento das alterações manifestadas

Cláudia Coelho de Bitencourt, Karina Cardoso Gulbis Zimmermann, Ida Marlene Stoffel Machado, Gabriela Acordi da Silva, Luciane Bisognin Ceretta, Magada Tessmann Schwalm, Neiva Junkes Hoepers

Resumo


Estudo transversal, com abordagem quantitativa e qualitativa, tem por objetivo identificar as alterações manifestadas pelas mulheres no climatério, a partir de um mapeamento no município estudado. Participaram 123 mulheres com idade entre 40 e 60 anos, em uma Unidade Básica de Saúde de referência do bairro centro, situada em um município da região Sul de Santa Catarina e, também nos domicílios, por meio de visitas domiciliares. Utilizou-se roteiro de entrevista, com questões abertas e fechadas. Entre todas as variáveis, destacou-se a ansiedade com 74,8% (n=92) dentre a amostra atingida. Através de análises multivariadas, as variáveis se dividiram em dois grupos (ansiedade e depressão 35,8% (n=44) X insônia/cefaléia/fadiga/irritabilidade 26,8% (n=33); porém, através do teste qui quadrado dePearson, não houve resultado comparativo significativo. É essencial o papel do Enfermeiro na orientação e promoção à saúde das mulheres no período do climatério, fornecendo apoio e orientação a cerca desta nova etapa da vida.

Palavras-chave


Saúde da Mulher; Climatério; Menopausa; Enfermagem

Texto completo:

PDF PDF EN (English)

Referências


ALMEIDA, Patrícia Gonçalves de; BORRELLI, Celso Luiz. Climatério: fatores, prevenção,

epidemiologia e terapia de reposição hormonal. Revista Racine, São Paulo , v.17, n.97 , p.

-54, abril 2007.

BERNI, Neiva Iolanda de Oliveira; LUZ, Maria Hecker; KOHLRAUSCH, Sheila Cristina.

Conhecimento, percepções e assistência à saúde da mulher no climatério. Rev. bras.

enferm. [online]. 2007, vol.60, n.3, pp. 299-306. Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/reben/v60n3/a10.pdf. Acesso em 02 de abril de 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações

Programáticas Estratégicas. Política nacional de atenção integral à da mulher: princípios

e diretrizes. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2004. Disponível em:

http://abenfo.redesindical.com.br/arqs/outros/03052010/2007_PAISM1.pdf. Acesso em 10 de

outubro de 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações

Programáticas Estratégicas. Manual de atenção à mulher no climatério/menopausa.

Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2008. Disponível em:

http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/manual_climaterio.pdf. Acesso em 10 de

outubro de 2010.

DAHLKE, Margit; DAHLKE, Rüdiger; ZAHN, Volker. A saúde da mulher: significado,

interpretação e perspectivas das doenças femininas. São Paulo: Cultrix, 2005.

DIAS, Bruna Émile Gualberto; LIMA, Eneida Coimbra. Adaptação ao climatério e a ação da

enfermeira. Revista Enfermagem Integrada – Ipatinga:Unileste/MG, v.1, n.1, Nov/dez. 2008.

Disponível em:

http://www.unilestemg.br/enfermagemintegrada/artigo/v1/bruna_dias_e_eneida_lima.pdf.

Acesso em 30 de outubro de 2010.FERNANDES, César Eduardo; BARACAT, Edmund Chada; LIMA, Geraldo Rodrigues.

Climatério: manual de orientação. São Paulo: Ponto, 2004.

FREITAS, Elizabete Viana de.; PIMENTA, Lúcia. Climatério. In.: FREITAS, Elizabete Viana de.

Tratado de geriatria e gerontologia. Cap. 78. p. 766-775. 2. Ed. Rio de Janeiro: Guanabara

Koogan, 2006.

LORENZI, Dino Roberto Soares de; DANELON, Claudia; SACILOTO, Bruno; PADILHA JR.,

Irineu. Fatores indicadores da sintomatologia climatérica. Rev. Bras. Ginecol. Obstet.

[online]. 2005, vol.27, n.1, pp. 7-11. Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/rbgo/v27n1/24286.pdf. Acesso em 20 de outubro de 2010.

OLIVEIRA, Deíse Moura de; JESUS, Maria Cristina Pinto de; MERIGHI, Miriam Aparecida

Barbosa. O Climatério sob a ótica de mulheres assistidas em uma unidade de saúde da

família de Juiz de Fora – Minas Gerais. Rev. APS, v. 11, n. 1, p. 42-53, jan./mar. 2008.

Disponível em: http://www.ufjf.br/nates/files/2009/12/042-053.pdf. Acesso em 10 de outubro

de 2010.

POLIT, Denise F.; BECK, Cheryl, T.; HUNGLER, Bernadette P. Fundamentos de pesquisa em

enfermagem: métodos, avaliação e utilização. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.

RAMOS, Luiz Roberto. A mudança de paradigma na saúde e o conceito de capacidade

funcional. In: Guia de geriatria e gerontologia. Barueri, SP: Manole, 2005.

VALENÇA, Cecília Nogueira; GERMANO, Raimunda Medeiros. Concepções de mulheres sobre

menopausa e climatério. Rev. Rene. Fortaleza, v.11, n.1, p.161-171, jan/mar, 2010.

Disponível em: www.revistarene.ufc.br/11.1/vol11n1_pdf/a17v11n1.pdf. Acesso em 31 de

outubro de 2010.




DOI: https://doi.org/10.3395/reciis.v5i3.565

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil