Acesso à informação, equidade em saúde e conhecimento leigo na atenção oncológica

Valeria Hartt, Maria Cristina Soares Guimarães

Resumo


Com o objetivo de somar contribuição à ideia de equidade em saúde busca-se um olhar cuidadoso sobre a concepção de acesso à informação, com suas fronteiras e limites, para concebê-la no contexto dos Determinantes Sociais da Saúde e em sua interlocução com políticas públicas. É através dessas lentes que o presente texto se volta às práticas de ativismo das organizações de pacientes na esfera da oncologia, impactadas por novas tecnologias de informação e comunicação (TICs), para trazer o conhecimento leigo como forma de expressão da “produção social do conhecimento científico” na moldura do século XXI.


Palavras-chave


Acesso à informação; TICs, Equidade em saúde; Advocacy; Conhecimento leigo; Atenção oncológica; Determinantes Sociais da Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v7i3.557

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil