BioSUS: uma ferramenta de tecnologia da informação e comunicação para a gestão do SUS em Maceió

Wilson Felipe do Santos Lima, José Romulo Ribeiro da Silva, Aydano Pamponet Machado, Ig Ibert Bittencourt, João Marcelo de Gusmão Lyra

Resumo


Uma das maiores dificuldades do gestor municipal do Sistema Único se Saúde (SUS) é monitorar, auditar e gerenciar um grande número de atendimentos/procedimentos realizados. Os dados desses atendimentos, em sua maioria, são gerados por sistemas que não se comunicam, e ou registrados em papel. Neste contexto, a compilação destes dados torna-se ineficiente, sendo comum perdas e inconsistências. Este artigo apresenta a experiência da Secretaria Municipal de Saúde de Maceió de consolidar e dar transparência as informações de sua rede de saúde pública através do sistema BioSUS. Trata-se de um sistema Web que mantém os dados centralizados, com capacidade para compilar e disponibilizar as informaçõesregistradas. Tal sistema utiliza a biometria digital para confirmação e validação, em tempo real, do atendimento realizado na rede SUS.

 


Palavras-chave


BioSUS; Biometria; Informática em Saúde Pública, Gestão em Saúde; Tecnologia da Informação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v7i2.542

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil