Potencialidades da Educação em Saúde Baseada em Realidade Virtual

Paulo Vinícius de Farias Paiva, Liliane dos Santos Machado, Sérgio Ribeiro dos Santos, Renata Olívia Gadelha Romero

Resumo


A Realidade Virtual tem como ideia principal o uso de ambientes tridimensionais nos quais os usuários podem explorar e interagir sentindo-se imersos em simulações realistas. Sistemas de RV são caracterizados principalmente pelo elevado grau de realismo que oferecem ao simular experiências do mundo real ou mesmo situações fictícias. A Medicina e a área da saúde estão sendo beneficiadas com o advento da RV, especialmente pelos Ambientes Virtuais Colaborativos, que são voltados ao ensino e treinamento de procedimentos diversos, possibilitando a educação a distância e práticas colaborativas entre usuários remotos. No contexto da educação em saúde, esses sistemas apresentam algumas vantagens em relação aos métodos tradicionais de ensino, tais como: a redução de custo na formação de estudantes, a redução do uso de cobaias e peças anatômicas em práticas de laboratório, e a possibilidade de um ensino mais interativo. Portanto, o objetivo do presente estudo é apresentar e discutiros trabalhos que vêm sendo desenvolvidos, de modo a evidenciar os desafios ainda presentes relacionados ao uso da Realidade Virtual para o ensino na área de saúde.

 


Palavras-chave


Realidade Virtual; Educação em Saúde; Sistemas de Informação; Ambientes Virtuais; Simuladores.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v7i3.540

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil