OpenPACS – Sistema Open Source para Comunicação e Arquivamento de Imagens Médicas: Relato de Experiência em um Hospital Universitário

Jose Macedo Firmino Filho, Ricardo Valentim, Marcel Ribeiro, Leila Cavalcanti

Resumo


O Brasil institucionalizou o direito à saúde a todos por meio da promulgação da Constituição Federal de 1988. Entretanto, dificuldades contrapõem-se a garantirmos este direito, e entre essas estão a complexidade no gerenciamento dos dados dos pacientes e o acesso a médicos especialistas em determinadas regiões do país. Uma nova solução, chamada PACS (Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens Médicas), a qual visa minimizar essas adversidades, está sendo discutida na comunidade acadêmica. O presente artigo tem como objetivo descrever o OpenPACS e apresentar um relato de experiência de sua utilização no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). Esse sistema foi desenvolvido para apoiar a gestão hospitalar através da redução dos custos e auxílio no gerenciamento dos dados dos pacientes, e para permitir o diagnóstico a distância. No HUOL foi observada uma redução dos custos, melhoria no gerenciamento dos dados dos pacientes, redução das taxas de repetição de exames, facilitação de acesso aos dados dos exames e melhoria no fluxo de trabalho clínico. Acreditamos que esse sistema poderá ser utilizado por outros hospitais públicos para melhorar a eficiência, permitir o diagnóstico a distância, diminuir as listas de espera e melhorar o atendimento aos pacientes.

 


Palavras-chave


Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens Médicas (PACS); OpenPACS; telediagnóstico;Informática em Saúde Pública.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3395/reciis.v7i2.538

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil