Vivências e Estágios na Realidade do SUS: educação

Alcindo Antônio Ferla, Rafael Dall’Alba, Barbara Andres, Mariana Bertol Leal, Fabiano Barnart, Richard Assimos, Cristiane Montenegro, Renata Trepte Flores, Natássia Denardin, Gabriela Fávero Alberti

Resumo


As Vivências e Estágios na Realidade do SUS (VER-SUS) constituem importante dispositivo que permite aos estudantes experimentarem um novo espaço de aprendizagem, que é o cotidiano de trabalho das organizações de saúde, e desenvolver protagonismo na sua própria formação. Pretende estimular discussões relativas à integração entre educação e trabalho na saúde, articulando os gestores, trabalhadores e instituições formadoras na perspectiva da reorientação das práticas de ensino e de atenção e, dessa forma, estimular a formação de trabalhadores para o SUS, comprometidos eticamente com os princípios e diretrizes do sistema e que se entendam como atores sociais, agentes políticos, capazes de promover transformações. O projeto é composto por uma experiência de imersão na realidade do SUS em que os estudantes têm a oportunidade de vivenciar a realidade do SUS e assim se qualificarem para atuação no sistema de saúde. O foco das vivências são as redes de atenção à saúde, o entendimento do funcionamento dessas redes na perspectiva que esse futuro trabalhador do SUS poderá identificar o cenário de aprendizagem como o seu futuro cenário de prática profissional. Neste trabalho apresentaremos um breve histórico e algumas construções que compões a atual organicidade do projeto.


Palavras-chave


Vivências e estágios; Educação permanente em saúde; Ensino das

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3395/reciis.v7i4.510

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil