Dinâmicas entre catolicismo e AIDS: processos de reprodução, transformação e (in)formação.

Fernando Seffner, Carlos Alberto Steil

Resumo


Este artigo apresenta algumas interpretações sobre a epidemia de HIV/AIDS enquanto uma dinâmica de significações no campo social. Parte da observação empírica do trabalho de assistência social a pessoas que vivem com HIV/AIDS desenvolvido na Casa Fonte Colombo pelos frades franciscanos capuchinhos e voluntários. A partir do cotidiano da Casa Fonte Colombo, procura compreender como esta prática pastoral e assistencial afeta as concepções tradicionais da ortodoxia católica sobre sexualidade e reprodução humana. A reflexão que fazemos aponta para um processo local que tende a redefinir a posição doutrinária da Igreja católica quanto à normatização do ato sexual enquanto fundamentalmente um ato de reprodução humana. O método etnográfico adotado na pesquisa ressalta a especificidade de um estilo católico e franciscano nos rituais de acolhida, nas experiências e informações que são socializadas e as formas de enfrentamento que são usadas em relação ao problema comum dos usuários da Casa.

Palavras-chave


religião; saúde; AIDS; catolicismo; franciscanos;

Texto completo:

PDF PDF EN (English)


DOI: https://doi.org/10.3395/reciis.v5i1.502

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil