Preservação digital no Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal

Laerte Pereira da Silva Júnior, Maria Manuel Borges

Resumo


Fundamental para o avanço da ciência, a acessibilidade à informação científica é a motivação que está na origem do acesso aberto (Open Access). O Repositório Científico de Acesso Aberto em Portugal (RCAAP) agrega os repositórios institucionais portugueses. Contudo, esses repositórios não possuem políticas, estratégias ou ações acabadas no campo da preservação digital. Por essa razão, o RCAAP elaborou um relatório com nove recomendações para tal preservação nos repositórios. Neste artigo, analisam-se esses princípios e sugere-se que a sua implementação seja amplamente disseminada.

INFORMAÇÕES DO ARTIGO

 

Submetido:30.mar.2014  Aceito:14.out.2014  Publicado: 19.dez.2014

Conflitos de interesse: Não há.

Fonte de financiamento: Bolsa de Doutorado Pleno no Exterior da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Contribuição autoral: Os autores participaram igualmente em todas as fases de elaboração do artigo.


Palavras-chave


Acesso aberto; Repositórios institucionais; Preservação digital; RCAAP

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3395/reciis.v8i4.441

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil