Avaliação da qualidade dos vídeos sobre câncer de mama mais visualizados no YouTube: relevância para promoção da saúde da mulher

Larissa Silveira Carvalho Villa, Alex Del Cerro Mello, José Vicente Gonçalves, Tânia Maria Gomes da Silva, Marcelo Picinin Bernuci

Resumo


O câncer de mama é uma das principais enfermidades que acomete a saúde das mulheres no mundo e as estratégias destinadas à melhoria do acesso das mulheres às informações sobre prevenção são fundamentais. O objetivo do estudo apresentado neste artigo foi avaliar a qualidade de vídeos relacionados ao tema do câncer de mama. A busca dos vídeos ocorreu a partir da palavra-chave ‘câncer de mama’ na plataforma YouTube. Os dados referentes às informações de cunho técnico foram obtidos por meio da análise das informações contidas na descrição dos vídeos e, posteriormente, foi realizada sua análise de conteúdo. Para serem analisados, foram extraídos os 200 primeiros vídeos mais vistos. A maioria (72%) e aqueles com intuito de divulgar conteúdo informativo ao leigo (73%) e com foco na prevenção secundária (71,5%) são considerados ruins ou péssimos (53%). Conclui-se, que o YouTube se apresenta como uma ferramenta limitada a ser utilizada no processo de educação de mulheres visando ao controle do câncer de mama.


Palavras-chave


Medicina preventiva; Redes sociais online; Comunicação em saúde; Internet; Doença crônica não-transmissível.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v15i3.2342

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil