Análise da implementação das estratégias de comunicação para as ações de testagem e sua vinculação ao tratamento de HIV/aids em homens que fazem sexo com homens em Curitiba

Marly Marques da Cruz, Vanda Lúcia Cota, Leonardo Lincoln, Alan de Jesus, Paula Vita Decotelli

Resumo


Há barreiras de acesso enfrentadas por homens gays e homens que fazem sexo com outros homens (HSH) à testagem e ao tratamento de HIV/aids devido a fatores estruturais e simbólicos. Daí, o objetivo do estudo que fundamenta este artigo é analisar a implementação das estratégias de comunicação para ampliar a testagem e vincular seu resultado ao tratamento de HIV/aids, em Curitiba (PR), pelo projeto A Hora é Agora (AHA), realizado de dezembro de 2014 a setembro de 2017, visando à maior aproximação dos que o executam com homens gays e HSH e ao desenvolvimento de meios mais efetivos de comunicação, identificando facilidades e dificuldades. Utilizou-se abordagem qualitativa por meio da análise documental do plano de comunicação e dos relatórios de atividades. As lições aprendidas foram a boa aceitação das campanhas ‘corpo a corpo’ feitas por educadores de pares nos espaços públicos, sobretudo em festas gays, e a necessidade de desenvolver estratégias específicas para HSH que não se identificam como gay.


Palavras-chave


Comunicação em saúde; HIV; Homossexualidade masculina; Testes sorológicos; Mídias sociais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v15i3.2327

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil