Desafios para o trabalho da disseminação científica em saúde pública em contexto de disseminação do coronavírus

Karina Caetano, Lucas Nishida, Raquel Tavares, Isabella Koster

Resumo


Durante a pandemia, em que o mundo se viu preocupado com a disseminação de um microrganismo, trabalhamos com a disseminação de pesquisas em saúde pública no Núcleo de Disseminação Científica do PMA/VPPCB/Fiocruz. Objetivamos neste artigo discutir como sentidos distintos do termo disseminação se relacionam e impactam a saúde pública e refletir sobre como o contexto da pandemia influenciou nosso processo de trabalho em disseminação científica. Como estratégia metodológica, adotamos o relato de experiência pela análise documental dos relatórios dos autores, comparando atividades e reflexões que ilustram o percurso de transição entre o trabalho realizado pelos profissionais em 2019 em contraste a 2020, diante do contexto da pandemia. Nesse período, foi necessário adaptar o trabalho para ser feito remotamente. As etapas da disseminação, como a produção e a circulação, modificaram-se para seguir protocolos de segurança e incluir as devidas contextualizações.


Palavras-chave


Comunicação e divulgação científica; Surto por coronavírus 2019-nCoV; Disseminação do conhecimento; Processo de trabalho; Relato de experiência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v15i1.2202

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil