A AIDS personificada no jornal Correio de Notícias (PR), 1987 a 1992

José Augusto Leandro, Marcos Vinícius Barszcz

Resumo


O artigo analisa as representações sociais sobre sujeitos identificados com sorologia positiva para HIV e/ou adoecidos pela aids veiculadas pelo periódico Correio de Notícias entre os anos de 1987 e 1992. Buscou-se perceber como um veículo de comunicação com circulação expressiva no estado do Paraná construiu uma determinada imagem encarnada do soropositivo para o HIV, em um período em que a AIDS era comumente considerada um vaticínio de morte e no qual a imprensa correntemente utilizava-se do termo ‘aidético’. A partir dos dados obtidos, fez-se análise de conteúdo das matérias jornalísticas, com suporte na teoria das Representações Sociais. Identificou-se uma pluralidade de categorias temáticas, sobressaindo-se um conjunto de representações cujo significado mais imediato reforçou a estigmatização da pessoa com HIV e/ou adoecida pela AIDS a partir de sua associação com crime, delito e contravenção.


Palavras-chave


HIV; AIDS; Representações Sociais; Imprensa periódica; Estigma.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v15i1.2185

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil