Antivacina, fosfoetanolamina e Mineral Miracle Solution (MMS): mapeamento de fake sciences ligadas à saúde no Facebook

Thaiane Oliveira, Rodrigo Quinan, Janderson Pereira Toth

Resumo


A partir de uma abordagem multimetódos baseada em pesquisa qualitativa de observação não-participante, análise de conteúdo e técnicas de snowballing de recomendação algorítmica, a proposta deste artigo é mapear a circulação de três disputas de informação científia ligadas à saúde em páginas e grupos brasileiros no Facebook – movimento antivacina, fosfoetanolamina e Mineral Miracle Solution (MMS). Os resultados apontam para um campo de disputa no qual a autoridade científia é um valor relevante, sendo recorrentemente acionada como signo de convencimento junto ao público. Ainda, as fake sciences são um campo de disputa que envolvem 1) interesses comerciais em torno da crença em soluções rápidas e alternativas, 2) implicações jurídicas em torno do discurso pelo direito à informação e acesso a esses tratamentos alternativos, 3) sistema de reputação na busca por interseção na formulação de políticas e a alocação de recursos públicos e 4) uma descrença nas instituições epistêmicas, fazendo os sujeitos acreditarem apenas em experiências individuais baseadas no discurso de testemunho.


Palavras-chave


Fake sciences; Confltos de interesse; Desinformação; Crise epistêmica; Facebook.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v14i1.1988

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil