A rede de desinformação e a saúde em risco: uma análise das fake news contidas em 'As 10 razões pelas quais você não deve vacinar seu filho'

Carla Montuori Fernandes, Christina Montuori

Resumo


Este artigo tem por objetivo contrapor o conjunto de argumentos em que se apoiaram as fake news contidas em 'As 10 razões pelas quais você não deve vacinar seu fiho', divulgadas na página do Facebook Pensadores contra o sistema, com pesquisas científias publicadas na literatura da área de vacinação e imunização. Pretende-se, ainda, apresentar dados que apontam o decréscimo dos indicadores de vacinação no Brasil e no mundo, estabelecendo possível associação dessa diminuição com o avanço das notícias falsas que têm sido propagadas no ambiente virtual. Observou-se ao longo da pesquisa que a nova ambiência midiática propiciou a expansão de informações falsas sobre vacinação, apoiadas em dados que parecem se estruturar em argumentos científios, mas não resultam da aplicação de experimentações e de métodos seguros.


Palavras-chave


Saúde; Vacinação; Comunicação; Rede sociais; Fake news.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v%25vi%25i.1975

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil