Mosaico de Purpurina: Revisitando a História do Movimento LGBT no Brasil

Remom Bortolozzi

Resumo


História e memória tornaram-se importantes instrumentos políticos para os movimentos LGBT de diversos países. Embora ainda recente no Brasil, a temática obteve há décadas espaço de aprofundamento crítico na cena acadêmica internacional. Em especial, teve singular importância na produção acerca das respostas das comunidades LGBT a epidemia de HIV/Aids nos anos de 1980-1990 e na criação de políticas de memória. Esse período não apenas acompanhou a perda sistemática de vidas de LGBT em decorrência da epidemia social intensificada pelo estigma, discriminação e violência, como também ocorreu num cenário de crise econômica, acompanhada por uma contra onda conservadora que veio em oposição às políticas progressistas de libertação sexual dos anos anteriores. Dentro de um contexto de políticas sexuais moralmente conservadoras, a própria categoria sexualidade precisou ser revista tanto por ativistas homossexuais como feministas.

Palavras-chave


Sexualidade; Gêneros; Movimento LGBT; Memória; Direitos humanos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v13i3.1831

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil