Esperança x sofrimento nas mídias sociais: o que motiva seguidores do Instagram a seguir a temática câncer?

Eloy Macchiute de Oliveira, Tamara Jurberg Salgado, Lilian Thomer, Claudia Jurberg

Resumo


O câncer ainda é associado a dor, morte e sofrimento, e muitos cidadãos, com medo de um diagnóstico, adotam comportamento de esquiva de médicos e exames. Com o surgimento das mídias sociais, o tema tem sido tratado em plataformas como Facebook, Twitter, Instagram, Youtube, entre outras. O objetivo deste estudo é averiguar se há um padrão de conteúdo sobre câncer que gere engajamento no aplicativo de imagens Instagram. Foram selecionados dois perfis brasileiros de instituições de câncer no Instagram, e um estudo qualitativo de análise de conteúdo de posts e comentários foi aplicado, sendo associado posteriormente a análises estatísticas. Foi selecionado todo o conteúdo de dois hospitais oncológicos brasileiros durante quatro anos, totalizando 1.935 postagens no Instagram. Além dos posts, buscamos entender o comportamento dos usuários dessas mídias quando o tema é câncer, por meio dos 2.239 comentários e dos 4.603 Emojis. Podemos afirmar que há interesse pelo tema, o qual é abordado sem preconceitos por internautas e que muitos buscam formas diferenciadas de gratificação no uso do aplicativo.


Palavras-chave


Câncer; Mídias Sociais; Instagram; Uso e gratificação; Emojis.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v13i4.1776

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil