Fragmentos da babadeira história drag brasileira

Lucas Bragança

Resumo


Protagonistas nas lutas LGBTs, as drag queens viveram constantemente um apagamento histórico, fruto do preconceito estrutural que envolve, inclusive, a própria comunidade LGBT. No entanto, contemporaneamente, a cultura drag vive um momento de forte presença midiática suscitada pela popularização do programa estadunidense RuPaul’s Drag Race. Tendo isso em vista, o presente artigo visa elaborar um entendimento sobre o percurso histórico que possibilitou a construção da cultura drag, tal qual a compreendemos contemporaneamente. Além disso, busca situar esses sujeitos como importantes na história LGBT mundial, observando sua presença, também, na cultura e mídia brasileiras.


Palavras-chave


Mídia; Drag; Cultura; LGBT; Transformismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v13i3.1733

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil