Circulação e cidadania: modos de comunicar na cidade

Raquel Paiva, Leandro José Carmelini

Resumo


Este texto pretende discutir, a partir de uma perspectiva comunicacional, a relação entre circulação urbana e cidadania. Em um primeiro momento introdutório, nos deteremos principalmente nos conceitos de sistemas comunicacionais, comum e comunicação. Em seguida, pensaremos como o paradigma moderno de circulação, histórica e contemporaneamente, interfere na organização do comum e nos espaços da cidade de modo a privilegiar circuitos domésticos e de consumo em detrimento de usos e ocupações mais livres do espaço público. Por fim, discutiremos sobre a ideia de cidadania no Brasil para pensar com há uma relação explícita no modo como se circula na cidade, se constitui o comum urbano e se dispõe de certos direitos, especificamente o de liberdade de locomoção, ou, se quisermos, o direito de ir e vir.


Palavras-chave


Comunicação; Circulação; Cidade; Direito à cidade; Cidadania.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v13i3.1675

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil