Educação a distância como recurso para capacitação de Agentes Comunitários de Saúde para intervenções preventivas relacionadas ao álcool e outras drogas

Maíra Gussi de Oliveira, Cibele Maria de Sousa, Cláudia Regina Merçon de Vargas, Donizete Moreira de Oliveira, Maria da Glória Lima, Maria Aparecida Gussi

Resumo


Agentes Comunitários de Saúde são estratégicos no trabalho da Atenção Básica, por conviverem mais diretamente com as questões de saúde no território, e o enfrentamento dos problemas relacionados ao uso de álcool e outras drogas requer investimento na qualificação desses profissionais. O artigo relata a experiência do Curso de Capacitação de Agentes Comunitários de Saúde para ações preventivas ao uso de álcool e outras drogas, realizado na modalidade de educação a distância, com formato autoinstrucional e acompanhamento tutorial. O uso de ferramentas tecnológicas, além da articulação com a rede de serviços e acompanhamento tutorial, se mostrou um potente recurso para desenvolvimento de educação permanente em serviço.  A tutoria foi um diferencial na maior adesão e interesse no curso, ao permitir a aquisição de conceitos e estratégias de saúde para melhor atender as necessidades dos usuários, segundo as prerrogativas do Sistema Único de Saúde e do modelo de atenção psicossocial.


Palavras-chave


Agentes comunitários de saúde; Educação a distância; Tutoria; Saúde mental; Saúde da família; Transtornos relacionados ao uso de substâncias

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v13i1.1593

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil