Adaptação cultural da ferramenta de avaliação de comunicação em saúde (HCAT) para a língua portuguesa, Brasil

Nélida Beatriz Caldas dos Reis, Fernanda Santos Nogueira Góes, Natália Del'Angelo Aredes, Suzanne Hetzel Campbell

Resumo


Este estudo tem como objetivo descrever o processo de adaptação cultural da ferramenta Health Communication Assessment Tool (HCAT) para o Brasil. A HCAT é uma escala que avalia comportamentos de comunicação em simulação clínica. Trata-se de uma pesquisa metodológica, desenvolvida em instituição de ensino superior por meio das seguintes etapas: tradução da ferramenta para a língua portuguesa; avaliação por um comitê de juízes; retrotradução; e avaliação semântica. Todas as etapas do processo de adaptação cultural foram rigorosamente seguidas, garantindo equivalências semânticas, idiomáticas, culturais e conceituais entre a versão original e a brasileira, além de concordância superior a 70% dos professores de enfermagem das regiões Nordeste, Sudeste e Sul que participaram da última etapa, ou seja, da avaliação semântica. Conclui-se que a versão brasileira do HCAT foi adaptada culturalmente e poderá avaliar a habilidade de comunicação de estudantes de enfermagem em cenário de simulação clínica.


Palavras-chave


Educação em enfermagem; Comunicação em Saúde; Segurança do paciente; Treinamento por simulação; Estudos de validação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v12i4.1501

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil