O saber médico e o jornalismo especializado em saúde: como uma epidemia se torna notícia

Amanda Souza de Miranda

Resumo


Neste artigo, analisamos como os casos de microcefalia no Brasil foram noticiados como uma epidemia. As notícias surgiram como alertas e buscaram explicações para o problema, além de discutirem eventuais soluções. A partir do conceito de saber médico e da delimitação de características do jornalismo especializado em saúde, observamos como o conhecimento produzido pelo jornalismo é útil para a disseminação e fortalecimento desse sistema. A cobertura mostrou como os conceitos de biopolítica e governamentalidade ganham dimensões próprias ao enxergarmos o jornalismo especializado em saúde como dispositivo e tecnologia de poder.


Palavras-chave


jornalismo especializado em saúde; saber médico; biopolítica; governamentalidade; narrativa.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v11i2.1291

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil