Educação permanente: avanços de uma especialização em Saúde da Família na modalidade a distância

Maria José Sanches Marin, Edinalva Neves Nascimento, Silvia Franco da Rocha tonhom, Suelen Beatriz Deponti Alonso Alves, Márcia Aparecida Padovan Otani, Marco Antonio Girotto, Luis Carlos de Paula e Silva

Resumo


A educação a distância é considerada importante recurso para a capacitação e formação dos profissionais. Este artigo objetiva avaliar a estrutura, o processo e resultados do curso de especialização em Saúde da Família, oferecido pela Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde, em parceria com a Universidade Federal de São Paulo. Um estudo quantitativo foi realizado por meio da aplicação de um instrumento com 30 assertivas seguidas da escala de Likert, o qual foi respondido por 54 profissionais que completaram o curso. A avaliação da plataforma, do material disponibilizado, do desempenho do tutor, dos encontros presenciais, da construção do trabalho de conclusão de curso, da integração da teoria com a prática foi positiva, exceto no que se refere à continuidade do acesso ao material disponibilizado de modo a contribuir para a prática. De maneira geral, o curso mostrou-se eficaz tanto na estrutura como no processo e resultados e houve consenso de que ele pode ser indicado para outros profissionais.


Palavras-chave


educação continuada; Estratégia Saúde da Família; educação a distância; aprendizagem social; desenvolvimento de pessoal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v11i4.1262

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil