Representações da masculinidade viril contemporânea no programa popular da Rádio Cidade FM: Hora dos Perdidos

Danielle Ramos Brasiliense, Pedro Ansel

Resumo


Este artigo busca analisar o exercício da virilidade masculina performatizada nos discursos midiáticos que circulam no cotidiano, pondo em evidência parte da dinâmica com a qual determinados valores constitutivos da cultura machista, forjados ainda na antiguidade, são atualizados pelas narrativas contemporâneas. O trabalho traz uma pesquisa sobre as narrativas midiáticas promovidas pelo programa Hora dos Perdidos da Rádio Cidade FM do Rio de Janeiro. Além disso, chama atenção também para as iniciativas de combate nas redes sociais da internet às abordagens sexistas que perpetuam a violência e a desigualdade de gênero naturalizadas em nossa sociedade. Com esta análise pretendemos perceber marcas do fluxo narrativo machista que se tornam banalizados nos discursos cotidianos.


Palavras-chave


masculinidade; rádio; performance; violência; identidade de gênero.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v10i3.1123

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil