Implantação de sistemas informatizados na saúde: uma revisão sistemática

Tamyres Oliveira dos Santos, Leticia Passos Pereira, Denise Tolfo Silveira

Resumo


Este estudo, por meio de uma revisão integrativa, analisou as evidências sobre os sistemas de informação e a utilização dos dados para a gestão do cuidado pelos profissionais de saúde. Foram identificados 17 estudos, no período de 2000 a 2013, nas bases Lilacs, Scielo e Medline. Três autores (17,6%) utilizaram os dados de sistemas para embasar a decisão clínica, seis autores (35,3%) para gestão, monitoramento de desempenho de serviços e planejamento de unidades de saúde. Seis autores (35,3%) definiram que tiveram dificuldades de uso dos dados, por falta de terminologia padrão, falhas no processo resultando em dados inconsistentes, ou a não identificação por parte dos profissionais naqueles indicadores em sua realidade. Dois estudos (11,8%) relataram suas experiências em informatização. Conclui-se que a área de tecnologia da informação ainda precisa de mais pesquisa, no que condiz à mudança de processos e experiências de informatização.


Palavras-chave


enfermagem; Informática em saúde; saúde pública; sistemas de Informação em saúde; indicadores de saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v11i3.1064

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil